19 março 2012

Prisões

Para a "Fábrica de Letras" e o seu desafio: "Fotografia"



Prisões

… foi então que ele lhe disse: “os índios não gostam de fotografias porque julgam que aprisionam a alma de quem é fotografado”.
“A sério?”, perguntou ela.
“Sim”.
Ela, então, calmamente, abriu a bolsa que trazia a tiracolo, retirou a carteira e, de dentro desta, uma pequena fotografia tipo passe. Segurou a foto numa mão e mirou-a durante alguns segundos. Fechou os olhos, suspirou profundamente e rasgou-a em 4 pedaços. Virou-se para ele e disse:
“Sendo assim, libertei-o para sempre... ou pelo menos em parte” – e perguntou, singelamente – “já agora, diz-me uma coisa, e para os que também estão aprisionados no coração?”.

7 comentários:

Demogorgon disse...

Para esses, não existe outra solução que não... Deixar de existir.

Curto, profundo e belo...

Abraço

Catsone disse...

Demo, tks, amigo.

Briseis disse...

Que vunito... és um sentimental, home... =)

Mz disse...

Eu responderia:
- Como não se pode rasgar o coração, ficas tu aprisionada a eles.

Dahhhh

El Matador disse...

Muy Bueno, amigo.

João Roque disse...

Esses não ficam com fotos.
Elas são reveladas automaticamente numa câmara escura chamada coração.

Catsone disse...

Briseis, ah pois sou, ;D

MZ, era mesmo isso que eu tencionava ;)

Killer, tks, amigo.

João, ficam mesmo, nem que seja numa gavetinha ou no fundo de um baú. Abraço.